sábado, 26 de dezembro de 2015

A transcendência

A transcendência 

Difícil compreender a transcendência 
Do Criador em relação à criatura 
A forma imprecisa por excelência 
Ao crivo de nossa mente *tatura 

De natureza simples, rudimentar 
Onde o subconsciente ainda é latente 
Incapaz de aquilatar e apurar 
As particularidades à sua frente 

Conquanto assinalem um progresso 
Nossas idéias falsas ou exatas 
Não têm pura consciência ao acesso 

Do banco de dados espiritual 
Lampejo de luz, faculdade inata 
Que só foi dado ao plano celestial ! 

· Que apalpa 
Porangaba, 21/06/2013 (data da criação)
Armando A. C. Garcia 

Direitos autorais registrados
     Mantenha a autoria do poema

Nenhum comentário:

Postar um comentário